Atreva-se a chegar!

old_man_running

Aquele 31 de Dezembro parecia uma feira dominical dessas cidades pequenas de interior porem, o cenário se desenhava nas ruas principais de uma das maiores metrópoles do mundo.
Gente, muita gente. Um grupo interminável de atletas partindo como se fosse o exodo judio.

Milhares, vestidos de todas as cores, vermelho, azul, amarelo, violeta, enfim. No coração, um denominador comum: o desejo de alcançar o objetico em primeiro lugar. Dava-se início a maratona de São Silvestre, no Brasil.
Entre os milhares de atletas profissionais e e amantes do esporte, havia um homem de sessenta e cinco anos. Cabelos embranquecido pelo tempo, rugas prominentes, e olhar de leão faminto. Parecia uma velha fera, observando as gazelas que jamais alcançaria.
Ricardo Fonseca, entrará para a história, não como o campeão de resistência na corrida de 15 kilometros pelas ruas do centro de São Paulo, mas como o campeão da insistência e perseverança.
Ele foi o ultimo a completar a prova, quatro horas atrás do campeão. Mas completou. Arrastando os pés, extenuado, sem se preocupar com o seu tempo o a posiçao em que fosse chegar. Sua unica preocupação, disse ele após a corrida, era chegar, terminar a corrida. “Nunca deixei nada pela metade”, disse sorrindo, “aprendi desde pequeno que não existe pior derrota do que a corrida que não se acaba”.
Séculos atrás, Paulo tambem tambem disse, que o unico que lhe interessava, mesmo arriscando sua vida, era “terminar a corrida”. Disse isso em Mileto, ao despedir-se, antes de partir a Jerusalém. Tinha enfrentado muitas dificultades y oposiçãao até aquele momento e agora dizia “Vou a Jerusalém sem saber o que vai acontecer comigo por la.” A vida de Paulo nao estava livre dos desafíos e lutas, mesmo assim ele jamais fugiu do combate. Nunca abandonou a carreira.
Há muita gente fracassada porque começa um trabalho mas nao o termina. Se desanima. Calcula que nao chegará primeiro e abandona a carreira. O seu caminho esta encarpetado de desculpas maravilhosas. De tanto inventá-las, acaba acreditando que são verda. Campeões da explicação. Nunca chegam. Nem em último lugar. Simplesmenta nao chegam.
Faz de tua vida, com a ajuda de Jesus, uma vida de chegada. Termine o que você começou. Nao abandone a corrida. Vai até o fim! Diga como Paulo: “mas em nada tenho a minha vida como preciosa para mim, contando que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus.”
Deus tem um sonho para ti! Permita que Ele faça do sonho uma realidade!
Pr.Alejandro Bullón
http://www.ministeriobullon.blogspot.com/

Comente