Uma mancha no paraíso

manchaAo contrário do evolucionismo, a Bíblia ensina que não surgimos de uma ameba, mas de um planejamento perfeito.

No livro de Gênesis, que significa “origens”, está escrito que “no princípio Deus criou os céus e a terra.” Ele apresenta Deus “dando forma” ao nosso planeta e criando tudo pelo poder da Sua Palavra: “Disse Deus: ‘Haja luz’, e houve luz.” Gênesis 1:1-3.

Mas, ao descrever a criação do homem, a Bíblia mostra a atitude diferente de Deus. Ele, que até ali, apenas ordena que as coisas se façam, aparece agora “sujando”as mãos no barro e criando uma obra de arte em argila. De forma muito carinhosa, o Criador concebeu cada parte do corpo humano: os olhos, com sua estrutura fantástica; o cérebro, como um computador insubstituível; o sistema nervoso central, o sistema imunológico; enfim, tudo minuciosamente planejado.

Terminada a obra-prima, o Criador se inclinou sobre Sua criatura, “soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente.” Gênesis 2:7. Ao abrir os olhos, a primeira coisa que Adão contemplou foi o rosto do próprio Deus. Houve uma interação completa entre Criador e criatura. Deus fez o homem semelhante a Ele: “Fizeste-o, no entanto, por um pouco, menor do que Deus e de glória e de honra o coroaste.” Salmo 8:5 – RA.

O Dono da Terra

Deus abençoou o sexo entre o casal e deu o DOMÍNIO sobre a Terra. “Deus os abençoou, e lhes disse: ´Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra’.” Gênesis 1:28. A palavra “domínio” usada no original hebraico é “radhah” que quer dizer “reinar sobre”. Em outras palavras, o homem era o DONO DA TERRA.

Deus não só deu a Terra de presente ao homem, mas pediu a ele e o advertiu a GUARDAR essa Terra. “Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar.” Gênesis 2:15. No original hebraico, a palavra usada para “guardar” é “shamar”, que significaGUARDAR CONTRA INTRUSOS”. Deus estava avisando Adão e Eva que haveria um intruso.

Cuidado! Perigo!

Estudamos, no último capítulo, que Lúcifer lançou dúvidas em todo o Universo questionando o caráter divino e que, após sua rebelião, ele foi expulsou do Céu. Mas, por que Deus, ao invés de expulsar Satanás do Céu, não o destruiu?

É que Lúcifer havia lançado dúvidas a respeito do amor de Deus. Se Deus o exterminasse naquela ocasião, a dúvida continuaria por toda a eternidade na mente dos seres criados, pois ninguém conhecia os resultados do mal. Outros obedeceriam a Deus por medo e não por amor!

Deus é Deus de liberdade. Todas as suas criaturas, inclusive Adão e Eva, foram criados com liberdade de escolha. A liberdade oferecida pelo Senhor era tão ampla, que eles poderiam até mesmo rejeitá-Lo, se o desejassem. Assim, com Lúcifer solto, oferecendo-se como segunda opção ao governo de Deus, o Senhor colocou diante deles uma maneira para que eles pudessem exercer seu livre arbítrio: uma árvore no centro do jardim.

A Bíblia revela que Deus se encontrava com o casal todos os dias, na hora do pôr-do-sol (Gênesis 3:8). Deus também os advertiu de que Satanás não tinha vida em si mesmo, por isso, se o escolhessem, perderiam o contato com a Fonte da vida (Deus) e morreriam: “Coma livremente de qualquer árvore do jardim, mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá.” Gênesis 2:16 e 17.

A curiosidade fez com que Eva se aproximasse da árvore proibida. De repente, ela ouviu uma voz dizendo: “Foi isto mesmo que Deus disse: ‘Não comam de nenhum fruto das árvores do jardim’?” Gênesis 3:1.Eva deve ter levado um susto. Uma serpente falou com ela, mas serpentes não falam!De onde teria vindo o poder para fazer uma serpente falar? O corpo da serpente foi usado como fantoche por Satanás, que induziu Eva a cometer os mesmos pecados que ele: duvidar da palavra de Deus e tentar ser como Deus. Ele disse à mulher: “Certamente não morrerão! Deus sabe que, no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês, como Deus, serão conhecedores do bem e do mal.” Gênesis 3:4 e 5. Eva, que já estava encantada por ver uma serpente falar, agora se deleita em pensar que poderia ser como Deus.

Eva decidiu contra Deus e Adão também. Os dois pecaram! Essa escolha trouxe terríveis conseqüências. Agora, Satanás teria a oportunidade de mostrar ao Universo como seria o seu domínio. “Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram.” Romanos 5:12.

Príncipe do Mundo? Por Enquanto!

mancha2Adão, o DONO DA TERRA, vendeu para Satanás o presente que Deus havia lhe dado. SATANÁS passou a ser O DONO DA TERRA (ver Lucas 4:6). Jesus reconheceu que Satanás é o “príncipe” deste mundo: “Já não lhes falarei muito, pois o príncipe deste mundo está vindo.” João 14:30 ( ver também João12:31 e 16:11).

Depois do pecado, Satanás começou a estabelecer as bases do seu reino. Surgiram doenças, pestes, sofrimentos, mudanças climáticas e mudanças no caráter do ser humano. O apóstolo Paulo disse que nos últimos dias os homens seriam “egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios… cruéis, inimigos do bem… mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus.” 2Timóteo 3:1-4.

Muitas pessoas, ao olharem para tanta miséria e tanta injustiça, afirmam que Deus não existe; afinal, se Ele existe, por que Ele permite todas estas coisas? Não sabem que o deus deste mundo não é Deus e, sim, Satanás. Ele é coerente com seu mundo. Isso é o que ele tem a oferecer!

E você, também já questionou: “Então, por que Deus não faz alguma coisa para acabar com tudo isso?”

Eu lhe respondo: Ele fez!

E você pergunta: O quê?

O Plano É Revelado

Ele morreu na cruz por nós!

Vamos um pouco atrás: Deus havia advertido que se comessem do fruto, morreriam no mesmo dia.

Os dois pecaram!

Morreram no dia?

Não!

Deus mentiu?

Não!

O próprio Jesus se ofereceu para morrer no lugar do homem!

O Criador se dispôs a pagar o preço da morte por Seus filhos. Assim, Deus não só resolveu o problema do pecado, mas deu a todo o Universo a maior demonstração de amor que pode existir! “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16.

Não se esqueça que antes de criar o ser humano, Deus sabia que:

    • A humanidade iria pecar;
    • O mundo se tornaria o que se tornou;
    • O coração do homem seria cruel;
    • Ele teria que vir morrer pelo homem;
    • Mesmo morrendo pela humanidade, poucos O aceitariam.

Mas, mesmo sabendo de tudo isto, Deus criou o mundo porque sabia que muitos seriam salvos e teriam a oportunidade da vida eterna.

Jesus, através da Sua morte, venceu o domínio de Satanás. Ele disse: “Chegou a hora de ser julgado este mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.” João 12:31. A Bíblia complementa: “Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos… Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro…” Apocalipse 12:10 e 11. O domínio de Satanás no mundo só irá durar até que cada ser humano tenha a oportunidade de escolher a Deus ou não. Deus está esperando.

Tenho certeza que, na sua vida, diariamente a história do Éden se repete. Satanás continua misturando a verdade e o erro para enganar você. Ele está “cheio de fúria, pois sabe que lhe resta pouco tempo.” Apocalipse 12:12. Mas Deus está à sua procura e lhe pergunta: “Onde você está?”

Quem tem o domínio do seu coração? Jesus está convidando: “Se hoje você ouvir a Minha voz, não endureça o seu coração.” Hebreus 4:7 (adaptado). O mal está com os dias contados e o bem finalmente triunfará. A mancha no paraíso será apagada e nós voltaremos ao lar. Lá não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, porque as primeiras coisas passaram.

Comente