Mantendo o Coração Saudável

 coracao

Dr. Ornish, cardiologista professor na California University, em São Francisco, EUA, autor de livros como “Salvando o seu coração”, “Amor e Sobrevivência”, sobre a importância de se verificar causas profundas da doença coronária, e outras, e não só abordar tratamento no nível físico da doença.

Dr. Ornish em seus trabalhos científicos, assim como outros pesquisadores, encontraram que é muito importante aprendermos a abrir nosso coração afetivo para que a saúde física também melhore. Isso significa sair do racional e entrar no emocional. Em outras palavras, aprendermos que não podemos controlar tudo com nossa inteligência ou mesmo experiência, que há fatores na vida, eventos, situações, fora de nosso alcance e controle, e que isso é normal. Isso é ser um ser humano, porque não somos deuses.

Aprender a nos comunicarmos melhor com as pessoas, falando à partir do coração em vez de somente de modo racional, ajuda a diminuir o estresse. Melhorar nossa interação com as pessoas, demonstrar sincero interesse por elas, não para que obtenhamos algo que queremos delas, como que usando a pessoa para nosso próprio objetivo. Mas promovendo uma comunicação humana sem querer nenhum “lucro”. E você pode fazer isso conversando um pouquinho com uma pessoa na feira ao comprar um legume, ou a caixa do supermercado, o balconista da loja, ou o varredor da rua, claro, sem atrapalhar o serviço da pessoa. É possível fazer isso sem fazer somente o procedimento “técnico” que, no exemplo de estar no caixa do supermercado, seria ver o total da compra, pegar seu dinheiro ou cartão do banco, pagar, pegar as sacolas e ir embora, sem nem dizer “obrigado” para o empacotador e caixa. Você é cortês e simpático com essas pessoas? Gasta uns 20 segundos da sua vida para falar algo animador para elas? Isso é contato humano que favorece a diminuição do estresse, tanto seu quanto da pessoa com quem você se comunica informalmente e com sinceridade, sem nenhum interesse comercial, sensual, material.

Então, aprender a ouvir melhor, e lutar consigo para não ficar numa postura de só querer dar o seu recado e lucrar, realmente abre o coração para a vida, tanto o físico, quanto o emocional e espiritual. E a saúde pode melhorar ainda mais, além dos outros fatores saudáveis, como evitar álcool, fumo, praticar exercícios físicos sistematicamente, adotar um regime alimentar vegetariano, beber água pura nos intervalos das refeições sem ficar beliscando nada, dormir mais cedo, conviver mais tempo em meio à Natureza, etc.

Também é importante parar com a obsessão de que se os resultados laboratoriais e exame médico físico, clínico, estiverem normais, então tudo está bem. Conheci pessoas vegetarianas e praticantes de exercícios físicos, que não fumavam nem ingeriam bebidas alcoólicas mas que tinham doença do pânico, câncer, e até mesmo com colesterol alterado! Como pode? Possivelmente há o fator genético, claro, mas o fator emocional, a capacidade de lidar com emoções poderia estar bem comprometida, afetando, assim, a saúde física e mental.

Dr. Ornish, professor de cardiologia da Universidade da Califórnia em São Francisco, nos Estados Unidos da América, cita o caso de um pastor que fez o programa de vida saudável na equipe dele, aprendendo estas coisas, sobre como mudar sim, seu estilo de vida alimentar e de outros cuidados físicos, mas também mudar o padrão de funcionamento emocional e espiritual. Veja o depoimento desse paciente no livro “Salvando o seu coração”, p. 126: “Lutar comigo mesmo e com a minha própria mortalidade, ajudou-me a começar a olhar as pessoas, no meu ministério, que precisavam ser olhadas de perto. E isso não somente aqueles óbvios que não tinham um lar, os famintos e os pobres. Lutar contra minha própria solidão, fome espiritual e medo dentro de mim ajudou-me a simpatizar com os outros mais eficazmente. … Tenho mais consciência de que sou um ser humano e que as pessoas com quem estou trabalhando também são seres humanos. Assim, olho para elas de modo diferente – porque todos nós temos uma necessidade, você sabe, de alimentar a pessoa faminta que está bem fundo dentro de nós.”

“Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?” Jesus Cristo, em Mateus 6:25.

 

Leia Mais: http://www.portalnatural.com.br/vida-saudavel/saude-e-bem-estar/salvando-o-seu-coracao-fisico-emocional-e-espiritual/#ixzz3DUSCv7td

Comente