Só para esposas!

Com sabedoria se constrói a casa, e com discernimento se consolida. Provérbios 24.03

Na engenharia, as colunas são usadas para receber o peso de uma construção e transferi-lo para a fundação dessa obra, sem elas as construções seriam frágeis demais e não ficariam em pé. A fundação sustenta uma casa, já as colunas sustentam as paredes e o teto.

O Senhor é a sustentação e você (esposa) a coluna desse lar. Ser coluna significa dar sustentação, fortalecer, apoiar, suportar!

Mas como você pode ser esposa, coluna do lar?

Vivi uma situação que me fez perceber o quanto é importante nós, esposas, estarmos intercedendo pelos nossos maridos e filhos, o quanto eles e por consequência nós mesmas somos abençoadas quando fazemos o nosso papel de coluna do nosso lar.

Quando me tornei mãe, meu esposo não ganhava o suficiente para o nosso sustento e tinha muito receio em trocar de emprego e eu o compreendi, pois agora não éramos só nós dois, tínhamos uma criança que dependia de nós.

No desespero nos esquecemos de buscar a Deus em primeiro lugar, mas Deus na sua fidelidade falou ao meu coração e eu e meu marido oramos juntos por um milagre e assim Deus o fez, abrindo nova porta de emprego que nos supriu.

Deus sabia da nossa necessidade, mas estava esperando a nossa iniciativa. É preciso estarmos atentas a voz do Senhor, porque as vezes uma atitude nossa, orientada por Deus pode mudar o rumo da nossa história, nos abençoar e abençoar a quem amamos.

Ser esposa, coluna do lar é estar atenta as necessidades da sua família (esposo e filhos), é ser intercessora e cobri-los de oração, é ter olhos de águia e perceber quando uma possível ameaça está rondando o seu lar ou um dos seus e fazer do Senhor a sua sustentação.

Aqui vão algumas sugestões de como você pode se tornar uma esposa, coluna do lar:

Seja amiga do seu marido: Para evitar brechas no relacionamento, cultive a amizade dele, pratiquem algum esporte juntos, alguma atividade cultural, um ministério ou alguma diversão.

Respeito: Jamais perca o respeito no seu casamento, seja quando o casal estiver sozinho ou em público, respeitar não se limita aos momentos de discussão, mas também nos momentos agradáveis e de brincadeiras, cuidado para não passar dos limites e desrespeitar seu marido com piadas de mau gosto, pois ridicularizar também é desrespeitar.

Não seja a mandona: Ás vezes reclamamos que nossos maridos não sabem ser líderes, mas em muitas circunstâncias as nossas atitudes precipitadas não os permitem liderar como se deve, por medo ou ansiedade acabamos tomando a frente das situações e assim não permitimos que a bênção de Deus se cumpra no nosso casamento.

Não se comporte como se tivesse resposta para tudo, ouça a opinião do seu marido, a sua postura pode mudar o seu casamento tanto para o bem como para o mal, procure conversar sobre as decisões que precisam tomar e não desvalorize as decisões dele.

Orem juntos: em Eclesiastes 04.12 diz: “Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade”.

É muito importante que o seu casamento seja firmado no Senhor, e para isso é preciso que haja momentos de oração do casal, porque assim como em outras áreas da nossa vida, o Senhor é a parte principal do casamento e precisa estar presente.

Separem um tempo somente para o casal: com o passar do tempo, e devido a correria do dia a dia, tudo se torna prioridade na vida do casal, menos aquele tempinho que o casal tinha antes de se casar, a hora de namorar, passear. Invista nesse momento a dois e quando eu digo a dois significa: sem filhos, amigos, cachorro, papagaio… só vocês dois!

Mantenha a paixão acesa: faça uma surpresa que você sabe que ele gosta, quebre a rotina. Retome pequenos gestos da época de namoro, surpreenda com um cartão ou uma carta romântica.

Família-Feliz_V2

Não guarde mágoa de seu marido: Ira não resolvida abre brecha para o Diabo.

Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha, e não deem lugar ao diabo. Efésios 04.26,27

Seja carinhosa e atenciosa: Preocupe-se com as necessidades dele e respeite o tempo dele para desabafar quando estiver pronto.

Comente